JOAQUIM NABUCO | Ser Educacional
10 Julho
VAGAS
Núcleo de Carreiras da UNINABUCO recebe currículos
Por Osmar Carlos

Equipe do núcleo de Empregabildade da UNINABUCO RECIFE promove um evento em que dar oportunidade de estagio, empregos e jovens aprendizes para o mês de julho.

Confira as datas!

30 Março
PALESTRA
Núcleo de Empregabilidade e Carreiras realiza palestra
Por Adeilde Santana

 

Na próxima sexta-feira (03) o Núcleo de Empregabidade promove palestra com o tema: Como Elaborar um Bom Currículo. O encontro acontecerá das 11h as 12h na sala 216 bloco A,  vale 5h de atividades complementares.  

E para ir treinando, saiba os 7 erros que você nunca deve cometer no seu currículo.

As inscrições podem ser realizadas presencialmente no Núcleo de Empregabilidade ou através do e-mail: empregabilidade.paulista@joaquimnabuco.edu.br

Não percam!! 

13 Dezembro
Empregabilidade
Currículo incrível: a maior porta de entrada para o mercado de trabalho
Por Taísa Silveira

Com tantas pessoas disputando vagas no mercado de trabalho, é importante que os profissionais em busca de oportunidades saibam valorizar suas qualificações para se destacar dos concorrentes.
 
É fundamental que o currículo do candidato demonstre seus diferenciais de forma clara e objetiva. Atualmente, as empresas estão abrindo mão dos processos seletivos tradicionais, e estão buscando candidatos em plataformas online de hospedagem de currículos. Sabendo disso quem procura emprego precisa saber como usar a tecnologia a seu favor.  
 
O Grupo Ser Educacional possui uma ferramenta inteligente de oferta de vagas chamada Portal de Carreiras, que filtra, entre todos os candidatos cadastrados, somente aqueles que estiverem de acordo com as características e qualificações necessárias para a vaga disponível. Esta tecnologia é ótima tanto para o candidato quanto para o recrutador, porque cada um dos lados descreve de forma simples e direta o que procura, e a plataforma conecta candidato e empregador, garantindo uma seleção rápida e eficaz.  
 
O Portal de Carreiras é uma ferramenta muito eficaz e que funciona como vitrine para os candidatos às vagas disponíveis no mercado. É fundamental que aqueles que estejam em busca de uma oportunidade saibam enfatizar em seu currículo seus pontos fortes para conseguir maior destaque entre os demais. 
 
Para ajudar quem está pleiteando uma vaga a montar um currículo que valorize suas potencialidades, elencamos cinco pontos que não podem faltar no currículo, e podem destacar o profissional entre os demais candidatos:  
 
Formação acadêmica. Evidencie cursos de especialização voltados para a sua área de atuação e domínio de outros idiomas. Esses são grandes diferenciais. Formação é a base de um bom currículo, especialmente para quem possui proficiência em outros idiomas. É importante que, mesmo não sendo fluente, o candidato indique se está fazendo um aprimoramento em língua estrangeira. Este já é um grande começo. 
 
Resultados obtidos e desenvolvimento de projetos. Destaque suas conquistas em empregos anteriores que valorizam e diferenciam o seu desempenho profissional. 
 
Conhecimentos de informática. Muitas profissões exigem conhecimentos técnicos e ter o domínio destas ferramentas digitais é de extrema relevância. 
 
Ressalte as empresas de renome as quais você já passou. Valorize suas experiências em empresas conhecidas pelo grande público. Ter passado por empresas solidificadas no mercado causam uma boa impressão e saltam aos olhos dos empregadores.  
 
Aponte viagens realizadas para o exterior. Viagens feitas para outros países, seja a trabalho ou para estudo, devem ser destacadas pois sempre trazem uma bagagem cultural e profissional diferenciada. 
 
Mas não basta saber o que valorizar na hora de construir o currículo, é preciso saber também o que não deve ser mencionado. Por isso vamos mostrar cinco pontos que devem ser evitados para não desfavorecer quem procura um novo emprego: 
 
Não valorize pontos fracos. Se o conhecimento em alguma área for básico, não o mencione. Isso pode fazer com que o entrevistador perca o interesse no restante do currículo. 
 
Seja objetivo. Não repita informações em todas as empresas no campo de descrição das atividades. Seja específico e claro na descrição das atividades que desempenhava. 
 
Não se mostre indisponível. Se não possui disponibilidade de horário e viagens, e a empresa ainda não solicitou estas informações, não destaque no currículo. Você pode parecer inflexível. 
 
Seja claro. Especifique a área/vaga que está se candidatando. 
 
Direcione o currículo. Quando estiver se candidatando para vagas específicas, evite dedicar muito espaço do currículo para experiências que não contribuam para a atividade daquela oportunidade. 
 
Seja cuidadoso com seu currículo, ele é a sua porta de entrada para o mercado de trabalho. 

13 Dezembro
Dicas
Confira 7 coisas que você nunca deve fazer no seu currículo
Por Taísa Silveira

O currículo é a principal ferramenta de acesso a um emprego. Por isso, é preciso que todas as informações do documento estejam claras e objetivas, para que o recrutador se interesse e não tenha dúvidas durante a seleção. Entretanto, é muito comum encontrar currículos com problemas como erros de português, informações confusas e até mesmo qualificações não verdadeiras. Por esta razão conversamos com Diogo Galvão, responsável pelo Núcleo de Empregabilidade do Grupo Ser Educacional e um especialista no assunto, para nos dar algumas dicas de como preparar um currículo e não cometer alguns erros graves, porém muito comuns.
 
Para prevenir que você peque na elaboração do currículo, listamos oito dicas do que não fazer em um currículo. Confira:
 
1 - Não colocar foto
De uma maneira geral, não é recomendada a inserção de uma foto no currículo. Além da ideia de que a empresa não pode julgar o profissional pela aparência, existem as falhas que as pessoas cometem ao colocar fotos no documento. “Algumas colocam selfies, fotos de redes sociais, e não observam a roupa que estão usando no currículo ou o fundo do local onde estão na imagem”.
 
2 - Não inovar demais do design
O currículo é uma carta de apresentação do candidato à vaga para a empresa desejada. Ou seja, é necessário tomar cuidado com a forma que o interessado na vaga deseja se apresentar. Currículos ousados demais, com layouts que destoam muito tradicional podem ser considerados pontos negativos na hora da seleção. Lembre-se, o recrutador precisa fazer o “escaneamento” de suas informações principais em poucos segundos.
 
3 - Não se auto elogiar
Você não precisa se auto elogiar para conseguir algum emprego, basta colocar suas qualificações. “O candidato não deve se autopromover, então não tem problema em incluir definições como ‘dinâmico’ ou ‘proativo’, mas não é recomendado usar termos como ‘muito preparado para o trabalho’ ou ‘extremamente capacitado’. Esses tipos de qualificações o recrutador terá no momento da entrevista”, comenta Diogo Galvão.
 
4 - Não incluir hobbies 
Geralmente, o empregador não quer saber seus hobbies ou passatempos antes da entrevista. As empresas, normalmente, fazem perguntas sobre isso durante o processo de seleção. “O que pode prejudicar é caso um recrutador ache a informação totalmente desnecessária”, comenta Galvão. Isso é o que pode ocasionar na eliminação, logo é melhor optar pelo mais tradicional, caso você não tenha certeza que sua vaga almejada cabe esse tipo de inovação.
 
5 - Não colocar informações irrelevantes para o cargo nem campos desnecessários
Seção de “diplomas” reunindo todas suas certificações? Hobbies? CPF e RG? Nomes dos pais? Referências? Nada disso deve ser colocado no currículo. Lembre-se,mais uma vez, que o recrutador precisa ter, em poucos segundos, as informações principais sobre você enquanto profissional A perda de tempo que o empregador pode ter procurando tais informações pode ser motivo de desclassificação.
 
6 - Não colocar experiências profissionais em ordem cronológica invertida
Colocar que foi operador de caixa em uma determinada empresa em 2009, mesmo tendo a mesma função em uma outra companhia no ano de 2014 pode tornar seu currículo não atraente. O ideal é dispor as informações do mais recente para o mais antigo, e lembrando que sempre devem estar de concomitância com cargo pleiteado.
 
7 - Não usar muitas páginas para dispor as informações do seu currículo
Mais uma vez, o recrutador precisa ter todas as informações ao rápido alcance dos olhos. Portanto, não é recomendado colocar uma página por seção. Quanto mais resumido e focado o seu currículo estiver, mais fácil será de “emplacá-lo” para uma posterior entrevista.
 
E você, tem mais alguma dica indispensável pra mandar bem na hora de criar o currículo? Conta pra gente!